top of page

Planejamento Previdenciário


Principalmente após as inúmeras alterações trazidas pela Reforma da Previdência, muitas pessoas desconhecem as novas regras para aposentadoria, não conseguindo identificar quando preencheriam os requisitos para obtenção do benefício!


Você sabia que há regras de transição para quem já contribuía para a previdência social antes da Reforma?




Existem no mínimo 4 regras de transição:

  1. Pedágio de 50%;

  2. Pedágio de 100%;

  3. Regra dos pontos;

  4. Idade mínima progressiva + tempo de contribuição.

Para cada regra há requisitos específicos que precisam ser alcançados.


Um bom planejamento previdenciário inclui análises de toda vida contributiva do segurado, diagnosticando inconsistências, períodos de atividade especial, períodos que podem ou não ser indenizados, complementados entre outras situações.


O objetivo do planejamento é que através da análise e de simulações, o segurado possa encontrar o melhor caminho a fim de garantir o benefício mais vantajoso possível.


“O planejamento não diz respeito a decisões futuras, mas às implicações futuras das decisões presentes” Peter Drucker

VANESSA LIRIO COUTINHO Sócia Fundadora do Escritório Cordeiro & Coutinho; Graduada em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Especialista em Direito Previdenciário e Processual Previdenciário pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Secretária-geral adjunta da Ordem dos Advogados do Brasil - Subseção Colombo/PR, Membro consultor da Comissão de Direito Previdenciário da OAB/PR - Subseção Colombo, Coordenadora dos cursos da Escola Superior da Advocacia - OAB/PR, Subseção Colombo.

21 visualizações0 comentário
bottom of page